Oferta dos portes de envio em compras superiores a 55€ - Entregas até 3 dias úteis
Home > Consultas > Infância

Infância

Os pais têm um papel determinante no desenvolvimento harmonioso e saudável a nível físico e emocional dos seus filhos pelo que é importante orientar e apoiar as suas tomadas de decisões nas diversas áreas do cuidar. Para tal dispomos de um grupo de profissionais dedicados e com uma vasta experiência prática, vocacionados para os orientar e aconselhar nas suas tomadas de decisão.

 


Amamentar é o ato fisiológico de alimentar o bebé. O leite materno tem características únicas que garante a nutrição e desenvolvimento saudável do bebé promovendo a recuperação da mamã. Promove laços afetivos únicos entre mãe e bebé sob o olhar atento e cuidador do pai.

Amamentar é uma conquista que exige por parte da mãe resiliência e persistência porque o início é desafiante dado que mãe e bebé estão a iniciar o seu próprio processo de aprendizagem mútuo que é tão mais facilitador se for objetivo do casal e ambos estiverem informados e acreditarem na natureza.

A consulta tem como objetivo a resolução de problemas mamários, dotar os pais de competências práticas promotoras da manutenção da amamentação e tornar este ato prazerosa para a mulher e casal.

- Promover a pega e posicionamento correto.

- Identificar e tratar os problemas mamários que comprometem a manutenção da amamentação.

- Avaliar a perda de peso fisiológico e o aumento ponderal do bebé.

- Importância do descanso materno e a manutenção da amamentação.

- Suplementação com leite materno versus leite adaptado se necessário.

- Matériais de apoio á extração e administração de leite.

- Quando utilizar um sistema de nutrição suplementar.

- Extração versus recolha e conservação do leite materno.

- Higienizar e esterilizar os materiais de apoio.

- O regresso ao trabalho e manutenção da amamentação.

- Desmame natural versus desmame por opção materna.

PORQUÊ TER CONSULTAS COM UMA CONSELHEIRA EM ALEITAMENTO MATERNO CERTIFICADA pela OMS/Unicef

Possui conhecimentos qualificados e competências reconhecidas sobre aleitamento materno, para além da vasta experiência prática adquirida ao longo de mais de 3 décadas a apoio a famílias na prática hospitalar e no Mimo Natura.

Segue os pressupostos da OMS e da UNICEF em aleitamento materno.

Desenvolve um plano de acompanhamento personalizado e ajustado às características de cada mamã e seu bebé potenciando uma amamentação prazerosa e a sua manutenção enquanto a díade mamã/bebé o desejar.

Ref: ENF-CAM

O Babywearing é uma ferramenta valiosa que permite dar colo seguro e confortável ao bebé e em simultâneo libertar as mãos dos pais facilitando as tarefas do dia a dia, promove o apego pela proximidade entre ambos.

Benefícios do Babywearing para os bebés:

- Redução do tempo de choro

- Mais calmos e satisfeitos

- Dormem melhor e por períodos mais longos

- Menos incomodo digestivos

- Melhor desenvolvimento psico-motor

- Prevenção e tratamento da plagiocefalia (alteração craniana)

- Padrão respiratório, frequência cardíaca e temperatura mais estáveis

Babywearing significa “vestir o bebé” dando-lhe colo através de um porta-bebés que pode ser de vários tipos: “slings” de pano (elástico ou rígidos), “slings” de argolas; “mei-tai”; porta-bebés semi-estruturados e mochilas ergonómicas.

Na consulta a instrutora de Babywearing faz a demonstração, no boneco de simulação, dos vários tipos de opções para que os pais possam escolher o que melhor se adequa ao seu quotidiano de vida e as suas expectativas. Caso tenham o bebé devem experimentar para efetivar a sua escolha.

Se optarem por um dos modelos no Mimo Natura o valor da consulta é descontado na compra.

 

Ref: FORM-GRAT

Esta consulta é dirigida aos bebés/crianças que já estão integradas na alimentação da família.

Pretende ajudar os pais com as dificuldades que possam surgir na alimentação dos seus filhos, que podem ir da perda de apetite e comportamentos de seletividade alimentar até ao excesso de peso e obesidade, cada vez mais presente em idade pediátrica.

Nesta consulta é feita uma avaliação da evolução do peso da criança bem como um levantamento dos seus hábitos alimentares e relação com a comida, e ainda das rotinas tanto da criança como da família.

Após uma avaliação individual serão trabalhadas as questões que se considerarem pertinentes de forma a atingir os objetivos definidos em conjunto, sempre com vista a melhorar a relação da criança com os alimentos e consequentemente os hábitos alimentares de toda a família.  

Poderão ainda, caso se aplique, ser fornecidas estratégias, bem como receitas e/ou dicas de como apresentar de forma diferente e divertida determinados alimentos, dicas de como os preparar de forma segura e saudável e algumas sugestões de alternativas mais saudáveis para as refeições que fazem tanto na escola como em família.

O trabalho com crianças é feito através de jogos ou atividades lúdicas com alimentos procurando passar a mensagem da importância de uma alimentação e estilo de vida saudáveis de forma didática.

 

Ref: AMN-NUTRI

Por volta do 6º mês de vida do bebé torna-se importante iniciar a oferta de novos alimentos para além do leite materno, que embora continue a ser o principal fornecedor de nutrientes até aos 12 meses, deixa de ser capaz de suprir todas as necessidades nutricionais do bebé, nomeadamente no que respeita ao aporte de ferro.

A introdução de novos alimentos irá também contribuir para uma aprendizagem sensorial e desenvolvimento dos músculos da mastigação e da fala.

A fase da Diversificação Alimentar poderá ainda influenciar toda a relação do bebé/criança com os alimentos no futuro, nomeadamente no que respeita a aceitação de novos sabores e texturas e futuras escolhas alimentares.

A consulta de Nutrição do bebé é dirigida aos pais que vão iniciar a introdução alimentar e deve ser realizada no 4º/5º mês do bebé para que a Diversificação Alimentar possa ser iniciada por volta do 6º mês de vida do bebé com toda a tranquilidade. Em casos específicos a introdução de novos alimentos poderá acontecer mais cedo tendo em conta o contexto familiar como por exemplo o regresso da mãe ao trabalho e/ou entrada do bebé na creche.

Nesta primeira consulta serão abordados vários tópicos como:

 - Expectativas dos pais para a fase da Diversificação Alimentar.

 - Avaliação dos sinais de prontidão do bebé para receber alimentos sólidos.

 - As diferentes formas de oferecer novos alimentos ao bebé: da abordagem mais tradicional ao BLW.

 - Formas seguras de preparar e oferecer os alimentos ao bebé.

 - Como oferecer os alimentos com maior risco de alergia.

 - Diferença entre reflexo de GAG e Engasgamento.

 - Alimentos a evitar nas diferentes etapas de desenvolvimento do bebé.

Os pais vão poder usufruir de um acompanhamento personalizado relativamente à introdução de novos alimentos recebendo dicas, conselhos práticos e planos de refeições/receitas para o bebé ao longo de toda a fase da Diversificação Alimentar.

Com esta consulta pretende-se informar os pais com recomendações baseadas na evidência científica mais recente, ajudando-os a sentirem-se mais seguros e autónomos no que respeita à alimentação do seu bebé, respeitando sempre as suas escolhas, hábitos alimentares e culturais bem como todo o contexto familiar.

Poderá ser necessária mais do que uma consulta ao longo da fase da Diversificação Alimentar para um melhor acompanhamento do bebé nas suas diferentes fases de desenvolvimento, contemplando as Primeiras Provas, Introdução de Novas texturas e por fim a Integração na Alimentação da Família.

Duração da Primeira Consulta - 1 hora e 30 minutos.

Duração das Consultas de Seguimento – 30 minutos.

Todas as consultas incluem um acompanhamento via WhatsApp para esclarecimento de dúvidas pós-consulta.

Ref: AMN-NUTRI

Nas consultas de osteopatia pediátrica o nosso especialista irá avaliar a estrutura óssea e muscular do bebé, de forma não invasiva, ou seja, através de uma abordagem muito suave, com recurso às sobretudo às mãos, respeitando a fisionomia e anatomia do bebé. A partir desta avaliação, será traçado um plano de tratamento seguro que respeitará o bebé e o seu ritmo de desenvolvimento.

O principal objectivo da osteopatia em pediatria é ajudar o bebé a ter uma estrutura equilibrada, de forma a contribuir para um normal funcionamento dos seus órgãos e minimizar a predisposição para o aparecimento de patologias durante o seu crescimento. A osteopatia pediátrica potencia o desenvolvimento harmonioso do seu bebé promovendo o processo de parentalidade mais tranquila e feliz para todos os membros da família.

Após a avaliação ao seu bebé, o nosso osteopata com especialidade em pediatria, intervirá sempre que haja necessidade de corrigir e/ou tratar:

 - Assimetrias na cabeça como: a plagiocefalia, braquicefalia, torcicolo congénito, ou outra alteração na estrutura músculo-esquelética ,

 - Alterações de mobilidade e/ou de flexibilidade presentes no sistema músculo-esquelético e/ou nas estruturas crânio-sacrais.

 - Mudanças no padrão normal de movimento.

 - Problemas respiratórios, como infeções respiratórias recorrentes.

 - Problemas digestivos, como cólicas, refluxo gastro-esofágico e/ou obstipação.

 - Irritabilidade sem justificação aparente.

 - Choro prolongado.

 - Obstrução do canal lacrimal.

 - Otites frequentes.

 - Alterações do sono.

Entre outras alterações decorrentes do desenvolvimento e processo adaptativo do bebé ao longo do seu crescimento.

 

Ref: ENF-OSTEO

A consulta de Psicologia da Parentalidade, centra-se na orientação e aconselhamento psicológico parental e destina-se a pais, cuidadores ou outras figuras significativas da criança. A intervenção procura fornecer informação relativa ao desenvolvimento cognitivo e emocional da criança, dando ferramentas e estratégias, para minimizar as dificuldades em lidar com comportamentos mais desafiantes, os quais, na sua maioria, são esperados e expectáveis dentro do processo de crescimento da criança. 

Sente que o sono do bebé é uma dificuldade e que a sua privação de sono está a intensificar-se? Se respondeu que sim, esta consulta pode ser para si! Estas sessões debruçam-se sobre (entre outras):

- Birras ou respostas emocionais intensas da criança.

- Dificuldade em estabelecer rotinas funcionais.

- Dificuldades com o sono do bebé.

- Dificuldades de adaptação em situação de divórcio, mudança de escola, adaptação à creche.

- Luto Infantil.

- Comunicação de regras e de limites.

- Preparar a criança para a chegada de um bebé.

- Vinculação com as pessoas significativas.

- Burnout parental

Ref: C-PSI

O Programa Nacional de Diagnostico Precoce diagnostica doenças nas primeiras semanas de vida do bebé, tratando-as precocemente.

Para tal deve ser colhido sangue preferencialmente ao 3º dia e se possível até ao 6º dia para que o diagnostico seja precoce caso haja necessidade de um eventual tratamento.

No Mimo Natura a parteira efetua a colheita de sangue do pezinho, procede à respetiva conservação e envio das fichas.

 

Ref: ENF-AP

também poderá gostar

Domicilio
Pós parto
Ciclo de vida da mulher